TEMPS D'IMAGES 2011
27 OUT > 26 NOV
   
         
   
         
   
         
   
         
   
         
   
         
   
         
   
         
       
 
 
miguel bonneville
MB#8
   
 

Nesta minha série homónima de performances tenho vindo a insistir na ideia da experiência individual como processo social, rompendo com a distinção entre público e privado, tal como na ideia de que a identidade não é estanque ou linear e que deve ser entendida como um processo de auto-consciência.
Cada performance é um capítulo de uma história – a minha história. Cada capítulo traz intrinsecamente a memória do capítulo anterior e a preparação para o seguinte.

MB#8 é a consequência de se ter um nome, uma reputação, de se estar preso, de se lutar e de se querer parar - a infelicidade de não se poder parar e a frustração de não se poder fugir.
MB#8 é a consequência de existir. De existir agora.

 
Concepção e interpretação – Miguel Bonneville | Colaboração – Diogo Bento | Co-Produção – Miguel Bonneville, Duplacena, Carpe Diem Arte e Pesquisa | Apoio – Fundação Calouste Gulbenkian | Agradecimentos: Ana Rita Osório, António Júlio, Bárbara Faria, Carlota Lagido, Cristina Correia, Diogo Melo, Helena Nogueira Silva, Joana Craveiro, Joana Linda, José Miguel Vitorino, Lara Torres, Magda Henriques, Maura Teofili, Sofia Arriscado, Sofia Matos, Sónia Baptista