TEMPS D'IMAGES 2009
29 OUT > 22 NOV
   
         
   
         
   
         
   
         
   
         
   
         
   
 
   
 
 
michel schweizer
BLEIB OPUS #3
   

 

O que é que cinco magníficos cães pastor belga, um filósofo, um psicanalista, um bailarino e um actor poderão estar a fazer juntos num palco de teatro? Desde Maio de 2005 que Michel Schweizer mantém uma conversa fértil com Dany Robert Dufour, filósofo, e Jean-Pierre Lebrun, psiquiatra e psicanalista, sobre alguns dos temas cruciais da sociedade contemporânea: a liberdade individual e a imposição do consumismo, o ensino e a uniformização, a política e a manipulação.
É impressionante como o espectáculo BLEIB, criado em 2007, profetiza a falência do capitalismo desenfreado que gerou a actual crise mundial. Interroga os comportamentos sociais e as atitudes do novo “homem sem gravidade”, que é induzido a acreditar que a soma das ambições individuais iguala o bem comum. "Já não precisamos de pensar!", exclama Jean-Pierre Lebrun no espectáculo, "já não precisamos de nos organizar colectivamente, já não precisamos de nos esforçar para viver em sociedade… " Tornámo-nos numa sociedade de consumidores – individualistas e obcecados pelo poder de compra, mas sem nos dar conta de que estamos a ser dirigidos e manipulados. "Na sala reinava um silêncio absoluto", escreveu o De Volkskrant depois das apresentações em Roterdão, "as centenas de espectadores pareciam estar a sentir a mesma inquietação. Como se sentíssemos todos a trela apertar…" Mas, por dentro, esconde-se sempre o lobo…

 
Conceito, Direcção e Cenografia – Michel Schweizer | Com Philippe Desamblanc e Titeuf de la Fontaine St. Maurice, Jean Gallego e Ulster, François Vavasseur e Robot du Vieux Marronnier, Frédéric Prulhière e Khéops, Hervé Guével e Bosco, Dany-Robert Dufour, Gérard Gourdot, Jean-Pierre Lebrun e Friedrich Lauterbach | Colaboração Artística – Severine Garat | Direcção Técnica e Luz – Marc-Emmanuel Mouton ou Eric Blosse | Criação de Som – Nicolas Barillot | Desenho – Franck Tallon | Fotografia – Frederic Desmesure e Jean-Paul Dubecq | Conselheiros, Treino de Cães e Assistência Técnica – Yann Armand e Andrej Skrha
Produção e Digressão – Nathalie Nilias | Administração – Hélène Vincent | Administração Digressão e Comunicação – Cécile Broqua | Agradecimentos: Patricia Chen, Jean-Yves Coquelin, Jean-Paul Dubecq, Romain Louveau, Cécile Pécondon-Lacroix, Jean-Luc Petit, Eric Servant e Scorpion du Musher, Jean-Marc Toillon e Jean-Marc Teulé. | Agradecimentos (Desenho de Luz): Eric Blosse, Marc-Emmanuel Mouton e Yannick Taleux | Produção – La Coma – centre de profit, Espace Malraux - scène nationale de Chambéry et de la Savoie ; O.A.R.A - Office Artistique de la Région Aquitaine ; TnBA - Théâtre National de Bordeaux Aquitaine, Festival Novart – Bordeaux ; Château Rouge – Annemasse ; ARCADI - Action régionale pour la création artistique et la diffusion en Ile de France | Parceria – La Coma – centre de profit e Le Cuvier – Centre de Développement Chorégraphique d’Aquitaine (2008-09) | Apoio à Apresentação em Lisboa – Culturesfrance e Next Step – Programa Cultura da União Europeia