TEMPS D'IMAGES 2009
29 OUT > 22 NOV
   
         
   
         
   
         
   
         
   
         
   
         
   
 
   
 
 
isabella soupart
COLLISION(S)
   
 

Em palco, um homem e uma mulher dançam e dialogam sobre acontecimentos que podiam muito bem não ter sucedido. Imaginam como tudo poderia ter sido diferente se naquele instante não se tivesse verificado uma dada situação. Neste sentido, entende-se por colisão qualquer evento com profundo impacto nas nossas vidas, ainda que se trate de uma circunstância banal. Esta é uma coreografia de gestos e de sentidos. Uma acumulação aparentemente caótica de pontos de vista, de cenários de vida alternativos.
A palavra colisão remete-nos para as ideias de acidente, velocidade e imprevisibilidade de situações. Mas é claro que há diversos tipos de acidentes, dos mais banais aos mais trágicos, das catástrofes naturais e acidentes industriais e científicos até aos acontecimentos mais felizes, como um golpe de sorte ou o amor à primeira vista. O acidente é uma surpresa, um acontecimento inesperado, imprevisível. No projecto Collision(s), Isabella Soupart concentra-se nos acontecimentos que poderiam não ter acontecido ou que nem deveriam ter acontecido, mas que, ainda assim, tiveram lugar.

 

Concepção, coreografia, encenação : Isabella Soupart | Perfomers : Bérengère Bodin, Olivier Taskin | Vídeo : Michel François | Cenografia: Jim Clayburgh | Som : Marc Doutrepont | Texto : Isabella Soupart, Stéphane Taquet | Direcção Técnica: Ana Samoilovich | Co-produção Festival Temps d'Images 2009 Duplacena / Lisbonne / Portugal ; Les Halles / Bruxelles / Belgique; Tanzhaus / Düsseldorf / Allemagne
Com o apoio de la Communauté française Wallonie-Bruxelles, de la Loterie nationale et de Wallonie-Bruxelles International (WBI)
Agradecimentos : Mathieu Haessler, Hugues Bultot, Jo Mahieu, Stefano Serra, Ariel Potasznik.