TEMPS D'IMAGES 2008
29 OUT > 17 NOV
   
         
   
         
   
         
   
         
   
 
   
 
 
mal pelo
HE VISTO CABALLOS
   
 

“Um centímetro no “contentor” é importante.
Un pequeno erro de cálculo pode ser perigoso ou fatal para qualquer dos dois.
Ao mesmo tempo, o que inspira os seus passos, cada salto, cada pausa, cada enlace, é a ânsia dos amantes de atravessar a distância imensa que os separou à força. A precisão de um relójio e a rotação da terra.”
John Berger.

A companhia de dança Mal Pelo, com direcção artística de María Muñoz e Pep Ramis, foi fundada em 1989. Desde o início, caracterizou-se por uma pesquisa constante de linguagens, assumindo como veículo de expressão, mais do que a dança, o próprio corpo. Durante os primeiros anos, a companhia realizou numerosas digressões (Europa, Estados Unidos e América Latina), actividade que combinou com períodos de criação, realizando residências artísticas em vários países.
Esta itinerância provocou um intercâmbio de ideias, técnicas e métodos de trabalho com outros criadores, que fez com que a companhia resolvesse potenciar a sua pesquisa artística iniciando um caminho paralelo através de um novo projecto: L’animal a l’esquena - Cuerpo, creación y pensamiento, um centro de investigação e estudo inaugurado em 2001, com a colaboração, na direcção artística e gestão, de Toni Cots, actor, director e gestor cultural.
Mal Pelo apresenta na Culturgest, em colaboração com o Festival Temps d’Images, em estreia absoluta, o seu novo espectáculo, He visto caballos, un dueto dos dois codirectores do grupo, Maria Muñoz e Pep Ramis, o terceiro após Quarere (1989) e L’animal a l’esquena (2001) e uma nova colaboração com o escritor John Berger.
Depois de Lisboa, o espectáculo seguirá para Barcelona (Teatre Lliure), Girona (Festival Internacional de Tardor Temporada Alta) e Palma de Mallorca (Teatre Principal).

 

Direcção e espaço cénico maria muñoz / pep ramis
Criação e interpretação maria muñoz / pep ramis / jordi casanovas
Colaboração artística john berger
Assistência de direcção leo castro
Apoio à assistência de direcção cristina cervià
Textos john berger / mal pelo / mahmoud darwish
Música steve noble (entre outros)
Desenho de luz ramon rey / august viladomat
Elementos cenográficos ben heinzel – lichtwark
Espaço sonoro marc paneque
Vídeo xavier pérez
Figurinos carmepuigdevalliplantés
Fotografía jordi bover
Produção executiva mamen juan-torres
Gestão e apoio à produção susanna saguer
Promoção e coordenação eduard teixidor
Co-produção mal pelo, teatre lliure (barcelona), culturgest (lisboa), festival de tardor de catalunya - temporada alta 2008 (girona) e fundació teatre principal de mallorca com a colaboração de szene salzburg, áustria