TEMPS D'IMAGES 2008
29 OUT > 17 NOV
   
         
   
         
   
         
   
         
   
 
   
 
 
joão paulo feliciano, pedro cabrita reis, nuno da silva, perrine lacroix, nuno maia e carole purnelle
LUMIÉRE TOUJORS
 

No âmbito da 6ª edição do Festival Temps d’Images e da Presidência Francesa da União europeia, a Embaixada de França em Portugal abre o Palácio de Santos à Arte contemporânea.
De 8 de Novembro até 17 de Dezembro a Embaixada acolherá, no seu interior, peças de artistas portugueses e franceses e uma grande instalação de luz no muro circundante do Palácio, visível desde a Calçada de Santos até à Avenida 24 de Julho.
O público poderá descobrir não só a riqueza patrimonial do Palácio de Santos (os salões, a capela, a sala das porcelanas), mas também obras de arte contemporânea existentes (obras de Martinha Maia, Jacques Villeglé, Hubert Le Gall) e as que serão exibidas excepcionalmente para esta ocasião: Among the trees, uma obra de Pedro Cabrita Reis, concebida especificamente para este evento (colecção Berardo); Árvore sem Sombra de João Paulo Feliciano (colecção Berardo), apresentada ao público uma única vez, no ano passado na Assembleia da República; Uma instalação de Nuno da Silva (Galeria Caroline Pagès) e uma instalação da artista de Lyon, Perrine Lacroix, Lumières d’aveugles (galeria Caroline Pagès).
No muro circundante do Palácio, projecções de imagens de luz concebidas e realizadas pelos artistas Nuno Maya e Carole Purnelle, mostrarão, em tamanho natural, cidadãos franceses em Lisboa, iluminados pelas cores da bandeira francesa e da Europa.