TEMPS D'IMAGES 2007
30 OUT > 15 DEZ
   
         
   
         
   
         
   
         
   
         
   
         
   
 
 
catarina molder, noé sendas e josé caldas
VIAGEM
   
 

Recital cénico para canto, piano e vídeo
Partida, despedida, passagem para o interior da nossa memória, dos nossos sonhos, dos nossos medos, procura, encontro com o duplo, encontro amoroso, perda, iniciação.
Percurso criado por múltiplos universos poéticos, musicais e plásticos oriundos de tempos diferentes, que num dado momento se encontram.
Pensado em formato cénico, este recital para canto, piano e vídeo pretende lançar novos caminhos para o tradicional recital de canto e piano, questionando o seu limite com as restantes artes do palco.
Uma cantora/actriz cria cumplicidades com as imagens de um vídeo/ espelho mágico, gerador de enigmas e personagens, acontecimentos, ambientes, impressões, sugeridos pela música e pelos poemas das canções que compõem este programa. Um espelho em que ela própria se reflecte, se perde e se reencontra.
Os ambientes impressionistas de Debussy, o lirismo emotivo e intenso de Poulenc- dois dos mais altos expoentes da mélodie francesa na primeira metade do século XX, que musicam os maiores poetas do seu tempo. A sensualidade crua e implacável das canções de Chagas Rosa sobre epigramas de Platão, o expressionismo nos lieder dos compositores da segunda escola de Viena- Schönberg e Webern sobre os poemas de G. Falke e R. Dehmel.

 

Soprano Catarina Molder
Piano Nuno Barroso
Vídeo Noé Sendas
Concepção Catarina Molder
Direcção cénica José Caldas
Espaço cénico e vídeo Noé Sendas
Figurinos Adriana Molder
Desenho de luz Paulo Graça
Co-produção Festival Temps d’Images/ DuplaCena/ CCB