TEMPS D'IMAGES 2005
6 > 16 OUT
   
         
   
         
   
         
   
         
   
         
     
 
 
maria emília correia e eurico lopes
RESPIRAÇÕES DE INÊS
   
 

Há enredos que, a despeito do tempo longínquo em que sucederam, nos encantam para sempre. Evocam algo de permanente, são ressonâncias do mais fundo de nós. Esta é a lenda de um rei excessivo e de uma heroína a descodificar.
Em Respirações de Inêshá cápsulas espaciais, morgues, wagons, condutas de todas as lembranças, gavetas de frios. Florestas em trânsito, frutos perversos, dados de poker e por ali se movem uns cabelos loiros, de uma donzela de linhagem (…) Respirações de Inês é uma diversão estética inspirada num tema histórico-literário sendo também uma tentativa de compreensão do mundo que não é, de todo, um lugar seguro.

 

Encenação e Dramaturgia Maria Emília Correia
Espaço Cénico Eurico Lopes
Interpretação Maria Emília Correia e Eurico Lopes
Figurinos António Lagarto
Desenho de luz João Paulo Xavier
Criação Vídeo Paulo Pires
Montagem de som Hugo de Sousa
Assistentes Artísticos Marta Pessoa e Rita Palma
Assistente Figurinos Catarina Varatojo
Co-produção TNDM II I ARQUIDUQUE 38
Espectáculo integrado nas celebrações dos 650 anos da morte de Inês de Castro.
Agradecimentos: Associação de Amigos de D. Pedro e D. Inês; euphotographo.com; Dr. Cláudio Hernandez