A Balada de Amor e Morte do Porta-estandarte Christoph Rilke

Maria Duarte & João Rodrigues

10

December
AUTOR(ES)
  • Maria Duarte
  • João Rodrigues
ESPECTÁCULO
  • 1 e 2 de Dezembro
  • 18h00
DURAÇÃO
  • 60’ (aprox.)
BILHETES
  • Normal: 8,00€
  • Desconto: 5,00€
  • (maiores de 65, menores de 30, profissionais do espectáculo, residentes em Marvila e utentes das Bibliotecas de Lisboa mediante apresentação do cartão)
  • > RESERVAR
    duplacena@duplacena.com
PARTILHAR

Sinopse

“E um deles ergue-se e pasma com este esplendor. E o seu modo de ser fá-lo esperar, para ver se acorda. Pois só no sono se vê um tal esplendor e tais festas com tais mulheres: o seu mais ínfimo gesto é uma dobra, caindo em brocado. Constroem horas de conversas prateadas, e muitas vezes erguem assim as mãos –, e és forçado a crer que, num qualquer lugar que não alcanças, elas colhem delicadas rosas que tu não vês. E então pões-te a sonhar: ser enfeitado com elas e ser feliz de outra maneira e merecer uma coroa para a tua fronte, que está nua.”
Excerto de "A Balada de Amor e de Morte do Porta-Estandarte Christoph Rilke”

Ficha Técnica

Um trabalho de
Maria Duarte
João Rodrigues

Interpretação
Maria Duarte

Tradução
Bruno C. Duarte

Dicção
João Grosso

Assistente de Maria Duarte
José Leite

Produção
Lúcia Pires

Agradecimentos
Ana Rita Osório
Carolina Duarte
Paulo Pranto
Ricardo Jacinto
Mariana Pinto dos Santos
Rui Miguel Ribeiro
Edição do Saguão
Rui Vasconcelos

Maria Duarte

Criadora com um percurso riquíssimo em teatro e performance, fundou, em 1994, com João Rodrigues, o Projecto Teatral. Com formação em representação, estética, comunicação, direito, história e teoria da arte, o seu conhecimento abrange um espectro notável. Nos seus inúmeros projectos como encenadora, actriz, figurinista, trabalhou com artistas como Bob Wilson, Rogério de Carvalho, Eugenio Barba, João Grosso, Jorge Listopad, Miguel Loureiro, Álvaro Correia, Giorgio Barbieri Corssetti, Mónica Calle, Nuno Carinhas, Vera Mantero, Miguel Pereira, Lúcia Sigalho, entre outros, sempre em colaboração com várias instituições culturais. Ao longo do seu percurso, foi também professora convidada em várias instituições, como a ESTC Lisboa, Univ. Minho, entre outras. O seu trabalho foi reconhecido com prémios como o Prémio Maria Madalena Azeredo Perdigão da FCGulbenkian (2004) e duas vezes o Prémio de Execução Clube Português de Artes e Ideias (1993 e 1994).

João Rodrigues

Com formação em Realização Plástica do Espectáculo e Gestão das Artes na Cultura e na Educação, foi, desde 1993, constituinte do Pelouro da Cultura da CM Lisboa, sendo actualmente responsável pelos os projectos gráficos, expositivos e editoriais. Entretanto, produziu e concebeu plasticamente espectáculos no Teatro da Garagem, alguns premiados como A Gesta Marítima (premiado pelo CPAI). Co-fundador da Associação Cultural – Projecto Teatral, obteve em 2003 - juntamente com os restantes membros - o Prémio Maria Madalena Azeredo Perdigão da FCGulbenkian, atribuído ao trabalho intitulado “Teatro”. Trabalhou igualmente em diversos projectos com autores como João Brites, José Peixoto, Miguel Loureiro, Maria Duarte, Gonçalo Ferreira de Almeida e outros.
1
Dezembro
Espectáculo
A Balada de Amor e de Morte do Porta-estandarte Christoph Rilke
Maria Duarte & João Rodrigues
18h00, Biblioteca de Marvila
Bilhete Normal: 8,00€; Bilhete Desconto: 5,00€
2
Dezembro
Espectáculo
A Balada de Amor e de Morte do Porta-estandarte Christoph Rilke
Maria Duarte & João Rodrigues
18h00, Biblioteca de Marvila
Bilhete Normal: 8,00€; Bilhete Desconto: 5,00€