Amor e Política

Maria Gil e Miguel Bonneville

13

November
play_circle_filled
pause_circle_filled
AMOR E POLÍTICA
volume_down
volume_up
volume_off
AUTOR(ES)
  • Maria Gil e Miguel Bonneville
DATA
  • 29 de Novembro
  • 21h30
DURAÇÃO
  • 120' (intervalo 10 min.)
IDIOMA
  • Português
BILHETES
  • Normal: 7,00€
  • Desconto: 5,00€
  • (menores de 25, maiores de 65 e profissionais do espectáculo)

  • Preço Especial Trilogia
  • Normal: 15,00€
  • Desconto: 12,00€

  • > RESERVAR
    reservas@duplacena.com
CLASSIFICAÇÃO
  • M/16
PARTILHAR

Sinopse

Como é que podemos pensar politicamente o amor? Como é que podemos pensar um assunto que é normalmente visto como sendo algo do foro íntimo e privado de cada um? Que relação existe entre os afectos e a forma como nos organizamos socialmente e vivemos uns com os outros? E será a política algo a que voltamos apenas em ano de eleições? Como é que vivemos a política nas nossas vidas, na privacidade das nossas casas?
Nesta palestra performance, a dramaturgia constrói-se à volta de entrevistas realizadas a políticos pertencentes a partidos com representação parlamentar, independentes, e pessoas ligadas a movimentos sociais; bem como, entrevistas realizadas a ex-namorados, cartas de amor e fragmentos de diários pessoais. Durante o espectáculo haverá a recriação de uma performance do século XX.

O ciclo O Pessoal é Político integra também Medo e Feminismos e Religião e Moral.

Ficha Técnica

Criação e interpretação
Maria Gil
Miguel Bonneville

Espaço cénico
Pedro Silva

Apoio dramatúrgico
Filipa Reis

Desenho de luz
Artur Pispalhas

Operação
Nuno Patinho

Produção executiva
Vítor Alves Brotas

Administração
Susana Martinho Lopes

Imagens de divulgação
Joana Linda

Registo vídeo
Cláudia Alves

Residência de criação
Centro Cultural do Candoso, Guimarães

Produção
Teatro do Silêncio

Apoio
República Portuguesa-Cultura / Ministério da Cultura - Direcção-Geral das Artes
Fundação Calouste Gulbenkian
Junta de Freguesia de Carnide
Wip – Hairport
Florineve

O Teatro do Silêncio integra a Rede da Cultura de Carnide e o Projecto Pulsar – Centro Histórico.

Bio

Maria Gil
(Lisboa, 1978) Cria espectáculos despojados e fundados na palavra, estabelecendo uma relação directa e próxima com os espectadores; as suas dramaturgias têm como ponto de partida premissas autobiográficas e histórias de pessoas e de lugares, que recolhe, cruza e ficciona, para construir uma poética do quotidiano. Os seus trabalhos evocam a periferia e a margem, mas também pessoas e lugares em desaparecimento. Colabora regularmente com criadores de várias áreas artísticas, nomeadamente da dança, da música, das artes visuais e do cinema. Trabalha com várias instituições públicas e privadas, concebendo, desenvolvendo, e realizando actividades e estratégias educativas que articulam a imaginação e o pensamento.

Miguel Bonneville
(Porto, 1985) Concluiu os cursos de Interpretação na Academia Contemporânea do Espectáculo (2000-2003), Artes Visuais na Fundação Calouste Gulbenkian (2006), Autobiografias, Histórias de Vida e Vidas de Artista no CIES-ISCTE (2008), Arquivo – Organização e Manutenção’ no Citeforma (2013) e Costurar ideias’ na Magestil (2013). Através de performances, desenhos, fotografias, vídeo, música e livros de artista, Bonneville introduz-nos a histórias autobiográficas centradas na destruição e na reconstrução da identidade.


O Temps d'Images associa-se ao Teatro do Silêncio e aos encontros Blind Date, um projecto de Maria Gil e Miguel Bonneville. Saiba mais aqui.
29
Novembro
AMOR E POLÍTICA
Maria Gil e Miguel Bonneville
21h30, CAL - Centro de Artes de Lisboa / Primeiros Sintomas
O ciclo O Pessoal é Político integra também Medo e Feminismos e Religião e Moral

© Joana Linda