Agência 20 Anos: Carta-Branca a Paulo Furtado

Agência da Curta-Metragem

13

November
AUTOR(ES)
  • Agência da Curta-Metragem
DATA
  • 17 de Novembro
  • 22h00
DURAÇÃO
  • 60'
BILHETES
CLASSIFICAÇÃO
  • M/12
PARTILHAR

Sinopse

No âmbito da celebração do seu 20º aniversário, a Agência apresenta a Carta-Branca aos Realizadores Portugueses que, no espaço de um ano, irá percorrer os diversos festivais de cinema com sessões de celebração da cinematografia nacional do século XXI.
O décimo acto da iniciativa Carta-Branca aos Realizadores Portugueses terá lugar na capital portuguesa, no âmbito do Temps d'Images Lisboa. O festival desafiou o músico e realizador Paulo Furtado para programar e apresentar uma sessão elaborada por si.

“A maioria do cinema português com algum impacto internacional é, na sua maioria, um cinema urbano, que dialoga com a sociedade, que muitas vezes a questiona e confronta. É um cinema cru e duro, que põe o dedo na ferida. E agrada-me muito. Mas também existe um cinema português que não se enquadra nesta visão. É um cinema que por vezes é mais fantasista, outras mais poético, mas, seguramente, mais estranho. Os quatro filmes que escolho habitam universos completamente distintos entre si, mas todos têm na figura dos seus realizadores personalidades e percursos muito fortes e peculiares. Senhoras e senhores, que bonito e diverso é o cinema português.”

Paulo Furtado

> Carosello (2013) de Jorge Quintela
> Penúmbria (2016) de Eduardo Brito
> Os Humores Artificiais (2017) de Gabriel Abrantes
> Corrente (2008) de Rodrigo Areias
17
Novembro
AGÊNCIA 20 ANOS: CARTA-BRANCA A PAULO FURTADO
Agência da Curta-Metragem
22h00, Cinema Ideal