// CALENDÁRIO // PRESS // TDI 2015 // ENG
// SITE EUROPEU
 
TIAGO CADETE // ALLA PRIMA
ESCOLA DE MULHERES (CLUBE ESTEFÂNIA) //19 DEZ _ 21h30
  < < < BACK
   
 

Alla Prima é um projeto de dança com criação e interpretação de Tiago Cadete. Este espetáculo se caracteriza pelo diálogo com as artes visuais, precisamente a pintura e sua presença em coleções públicas na cidade do Rio de Janeiro, Brasil. A tradição da pintura “alla prima”, as pesquisas da coreógrafa norteamericana Isadora Duncan e a presença do corpo masculino nas tradições pictóricas são referências essenciais para a construção desse novo espetáculo.
O termo “alla prima” diz respeito a uma técnica utilizada na pintura onde camadas de tinta fresca são
aplicadas sobre camadas anteriores. Esta técnica requer uma forma rápida de pintar porque o trabalho tem que ser concluído antes das primeiras camadas secarem. O tempo é um factor importante para os pintores fixarem uma imagem, tal como na dança existem técnicas de composição coreográfica que partem de princípios semelhantes. A coreografia é desenhada imediatamente e quando se estabelece uma imagem ela passa imediatamente para outra sem nunca se fixar.
Nesse sentido, é importante lembrar da pesquisa feita pela bailarina Isadora Duncan, considerada a
mãe da dança moderna e falecida há 88 anos. Duncan passava meses observando, catalogando e examinando o acervo do British Museum e do Museu do Louvre, tentando captar o gesto que animava
principalmente os corpos femininos ali representados. Foi através dessa observação que surgiu uma
nova forma de dançar.
A minha pesquisa também parte de um princípio de catalogação de imagens artísticas estáticas para criar uma coreografia. No lugar, porém, do interesse de Duncan no corpo feminino, gostaria de lançar o meu olhar para os modos como o corpo masculino foi representado por artistas de distintos modos e gerações. Cabe lembrar, como importante referência, o protagonismo do corpo masculino e seu caráter narrativo dentro da tradição pictórica clássica, numa extensão temporal que vai do Renascimento ao Neoclassicismo.
Ao se partir, porém, não de instituições europeias, Londres ou Paris, mas de acervos da um dia capital do Império LusoBrasileiro, as obras de arte a serem examinadas serão, certamente, muito distintas daquelas vistas por Duncan. O que seria da dança moderna se a investigação de Duncan fosse feita nos museus do Brasil? Quais seriam as surpresas de seu olhar ao se deparar com imagens que representavam peculiariades históricas do Brasil, tais como a escravidão, a presença indígena e a mestiçagem tão atrelada a certos princípios da “identidade brasileira”? Que corpo seria esse o resultante do encontro entre “dança moderna” e os trópicos?
Alla Prima é, portanto, uma viagem sobre as representações do corpo masculino no Brasil no decorrer de sua jovem História através de distintos modos de colecionismo relativos aos três museus a serem consultados no Rio de Janeiro. O projecto é da maior relevância para estabelecer relações de pesquisa entre artes performativas e visuais, aumentando a pesquisa destas duas praticas que utilizam o corpo e suas problemáticas


  Criação e interpretação:TIAGO CADETE | Consultor história da arte: RAPHAEL FONSECA | Figurinos: CARLOTA LAGIDO | Fotografia: VICTOR DIAS | Residência: CENTRO COREOGRÁFICO DO RIO DE JANEIRO (BR); LUGAR DO MEIO (PT); EIRA (PT) | Agradecimentos: MUSEU DE ARTE MODERNA; MUSEU NACIONAL DE BELAS ARTES; MUSEU DE ARTE DO RIO;LARGO DAS ARTES (BR); CENTRO HÉLIO OITICICA (BR) | Coprodução: TEMPS D'IMAGES LISBOA 15 | Acolhimento: ZDB/NEGÓCIO; MALA VOADORA / PORTO | Apoio: PERFEITURA DO RIO DE JANEIRO; EIRA