20 ESPECTÁCULOS // 6 INSTALAÇÕES // 5 CONFERÊNCIAS // 70 FILMES // 37 ARTISTAS // 19 LOCAIS //15 PROGRAMADORES

ARTISTAS AINHOA VIDAL // ALDARA BIZARRO // ANA PAIS // ANA VIEIRA // ANDRE GODINHO & CÃO SOLTEIRO // ANTÓNIO MV // BORIS CHARMATZ // CARLOTA LAGIDO // CATARINA BOTELHO // CATARINA VIEIRA // CATIA PINHEIRO // DAVIS FREEMAN // FORCED ENTERTAINMENT // ISABEL NOGUEIRA // JOANA LINDA // JOHN ROMÃO // JOSÉ MIGUEL VITORINO // LANNA GUEDES // LESLIE THORNTON // LUIZ ANTUNES // MARA CASTILHO // MARIA GIL // MATHILDE MONNIER // MIGUEL BONNEVILLE // PAULO FURTADO // PEDRO VAZ // PLATAFORMA 285 // RUI CATALÃO // SÉRGIO DIOGO MATIAS // SILLYSEASON // SOFIA DINGER // SOLANGE FREITAS // SÓNIA BAPTISTA // TIAGO CADETE // TIAGO RODRIGUES // TIM ETCHELLS

LOCAIS CARPE DIEM - ARTE E PESQUISA // CCB // CINEMA IDEAL // CINEMATECA PORTUGUESA // CLUBE ESTEFÂNIA // ESPAÇO ALKANTARA // ESPAÇO DO CÃO // ESTAÇÃO CP CAIS DO SODRÉ // GALERIA DA BOAVISTA // GALERIA GRAÇA BRANDÃO // HORTA SECA // LATOARIA // LX FACTORY // MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL // MUSEU NACIONAL DE ARTE CONTEMPORÂNEA - MUSEU DO CHIADO // NEGÓCIO ZDB // PAVILHÃO DO CONHECIMENTO // SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL // TEATRO ESTÚDIO MÁRIO VIEGAS // TEATRO DA POLITÉCNICA

PROGRAMAÇÃO ANTÓNIO CAMARA MANUEL // AIDA TAVARES // CÃO SOLTEIRO // CLÁUDIA BELCHIOR // DAVID SANTOS // EMÍLIA TAVARES // JORGE SILVA MELO // LOURENÇO EGREJA // MARK DEPUTTER // MORITZ ELBERT // PIERRE-MARIE GOULET // RAJELE JAIN // SUSANA MENEZES // TERESA GARCIA // TIZA GONÇALVES

// DEPOIMENTO Por Catarina Vaz Pinto, Vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Lisboa // DOWNLOADS Press release, imagens e vídeos por projecto

FESTIVAL TEMPS D’IMAGES | Edição 2014

O Festival Temps d’Images marcou de novo encontro em vários espaços da cidade de Lisboa: teatro, performance, cinema, vídeo e projectos site-specific alimentam a tradição transdisciplinar desta iniciativa artística de qualidade incontornável. A sua organização assegurou uma programação diversificada e que conta várias estreias absolutas entre espectáculos, instalações vídeos, conferências e filmes. Um grupo de artistas fortemente motivado, e em que a plataforma portuguesa tem presença notável, interpela e convida à reflexão sobre o actual estado do mundo e das artes. Como pertence à prática artística, as suas intervenções propõem um confronto desassombrado com as situações limite que nos rodeiam e preocupam – e que os meios de comunicação social espelham com razoável frieza e eficácia, a uma velocidade incompatível com a ponderação, a análise e a reacção informada. As tensões políticas, económicas e sociais, o descalabro ambiental, a guerra e a violência urbana, mas também, felizmente, a humanidade e a tolerância, a imaginação e o onirismo aliados ao poder da criatividade, servem de pano de fundo a intervenções sobre o “estado de coisas”, numa interpelação partilhada com o público e desejavelmente construtiva. Os temas são do maior interesse para todos cuja sensibilidade existe e não apenas subsiste. A Câmara Municipal de Lisboa congratula-se por apoiar mais esta edição de um festival que prova, acima de tudo, ser um acto de coragem em nome da Cultura.

Catarina Vaz Pinto
Lisboa, 20 de Outubro de 2014

// EDITORIAL Por António Câmara Manuel

Com a cumplicidade dos nossos parceiros enveredámos, em contra-ciclo por um Temps d’Images grandioso, cheio de projectos, quase sempre em estreia absoluta, atrevendo-nos a apresentar nesta edição 20 espectáculos, 6 instalações de vídeo, 5 conferências e 70 filmes repartidos nos dois ciclos de cinema.
Nunca o TDI foi tão importante para a plataforma de criação portuguesa. Nunca a criação portuguesa se quis aliar tanto ao Temps d’Images nas primeiras apresentações deste novos projectos.
Acreditamos, pois, que num dos tempos mais difíceis para o financiamento de novas expressões artísticas do nosso país, o Temps d’Images é, nesta edição, o espaço e a coragem, da sua projecção.
Porque as únicas manifestações da nossa permanência são as manifestações artísticas que apresentamos, convidamos-vos, a observar, a avaliar e a criticar o que hoje, convictamente assumimos como o espaço da criação nacional.
Mesmo num contexto de total sub-financiamento, nunca tantos se aliaram a este nosso projecto da cidade, aceitando condições à partida inaceitáveis, e nunca tão poucos conseguiram responder e estruturar um Temps d’Images tão intenso. E tão imenso.
Tornou-se definitivamente a plataforma das novas criações nacionais de novos artistas, de grandes artistas, de artistas que elegeram Lisboa para a manter o que foi – o futuro.
Por este futuro presente agradeço aos nossos parceiros: Câmara Municipal de Lisboa, ICA, canal ARTE, DGArtes, São Luiz Teatro Municipal, Teatro Municipal Maria Matos, Galeria Graça Brandão, Carpe Diem, Negócio, Artistas Unidos, Mundo Perfeito, Cão Solteiro, Alkantara, Cinema Ideal, Cinemateca Portuguesa, MNAC – Museu do Chiado, Escola de Mulheres, Latoaria, Pavilhão do Conhecimento, Galeria Boavista, Companhia Olga Roriz, REFER e aos programadores Mark Deputter e Susana Menezes, Aida Tavares e Tiza Gonçalves, David Santos e Emília Tavares, Jorge Silva Melo, Cláudia Belchior, Lourenço Egreja, Moritz Elbert, Cão Solteiro, Pierre-Marie Goulet, Teresa Garcia e Rajele Jain.
E sempre o meu agradecimento mais que especial, porque amigo, a Jean-François Chougnet, Irit Batsry, Marisa F. Falcón e Namalimba Coelho.
Fora das portas de Lisboa Angelique Oussedik, Frederique Champs, Thierry Bert e Jean-Luc Villeilleribiére, Sylvie Teste e Jean-Michel Sivry.
É bom estar com vocês.

António Câmara Manuel

 

 

// PRESS RELEASE (ZIP - WORD FILE)
 
// ARTISTA NA CIDADE - (ZIP FOLDER)
_ TIM ETCHELLS // Video Work
 

// WARM UP TDI - (ZIP FOLDER)

_ ANA VIEIRA // Inquietação

_ PEDRO VAZ // Tour du Mont-Blanc

 
// NO ESPAÇO - (ZIP FOLDER)

_ CATARINA BOTELHO // Zona de Ordenação Aberta

_ BORIS CHARMATZ e MATHILDE MONNIER por JEAN-FRANÇOIS CHOUGNET

_ ISABEL NOGUEIRA e PAULO FURTADO // A Kind of Blue

 
// NO MICROFONE - (ZIP FOLDER)
 
// NO ECRÃ - (ZIP FOLDER)
 
// NO PALCO - (ZIP FOLDER)
 
// LOGOS TDI (ZIP - WORD FILE)